quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Deixo-vos uma pérola!!!

Uma pérola...




Por favor... não façam qualquer analogia com o Zé Sócras... estes Marretas, no seu  desempenho, têm muito nível.

sábado, 21 de novembro de 2009

SERVIÇO PÚBLICO (mais um)

Porque em Portugal a hipocrisia remunerada (mas muito bem remunerada) ainda vai falando mais alto. Porque as notícias são mais que controladas, porque tudo o que não convém é silenciado... sinto-me na obrigação de postar mais um «SERVIÇO PÚBLICO». Desconfio que, se não forem rápidos este vídeo vai simplesmente desaparecer. No entanto... aqui fica. E... por favor... PENSEM!!!
 


Só pergunto... como é que em Portugal, assistimos a uma ministra e a um director geral da saúde, diáriamente a fazerem as declarações a que assistimos, com a maior "pouca vergonha" (pouca? -direi NENHUMA.) e com um sorriso hipócrita nos lábios?
Já agora... porque é que, é o governo a fazer o controle das vacinas? -para evitar que algum laboratório possa fazer as análises das mesmas? -para não ser divulgado o real resultado a essa mesma análise? Digam-me... porque é que é o governo que controla o NEGÓCIO das ditas? Quem está realmente em Portugal a arrecadar os LUCROS?
Mais uma questão... naquele espectáculo mediático... com câmaras de televisão fotógrafos... em que assistimos àquele senhor director geral da saúde a ser vacinado... AQUILO QUE INJECTARAM ERA MESMO SORO FISIOLÓGICO, não era?
Sinceramente... eu recuso-me a ser injectado com aquela mistela.
PUTA QUE OS PARIU.
... vocês... façam o que quiserem...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

História com moral.

Um coelhinho felpudo estava fazendo suas necessidades matinais quando olha para o lado, e vê um enorme urso fazendo o mesmo.
O urso se vira para ele e diz: - Hei, coelhinho, soltas pêlos ?
O coelhinho, vaidoso e indignado, respondeu :
- De jeito nenhum, venho de uma linhagem muito boa ...
Então o urso pegou o coelhinho e limpou o cu com ele.

MORAL DA HISTÓRIA:

CUIDADO COM AS RESPOSTAS PRECIPITADAS, PENSA BEM NAS POSSÍVEIS CONSEQÜÊNCIAS ANTES DE RESPONDER
!


No dia seguinte, o leão, ao passar pelo urso diz
:
- Olá amigo urso
! Com toda essa pinta de bravo, forte e machão vi - te ontem, dando o cu pra um coelhinho felpudo.
Já contei a toda a gente
!!!

MORAL DA MORAL:

PODES ATÉ SACANEAR ALGUÉM, MAS LEMBRA-TE QUE EXISTE SEMPRE ALGUÉM MAIS FILHO DA PUTA QUE TU
!

Agora... a MORAL das MORAIS...

"O problema de Portugal é que, quem elege os governantes não é o pessoal que lê jornal, mas quem limpa o cu com ele !"

domingo, 15 de novembro de 2009

Como vos disse... mudaram as moscas!


Com toda a mestria socialista, para além dos cursos ao domingo, agora descobre-se os mestrados de verão. Dá jeito. Claro que com a agilidade formativa deste primeiro ministro, só quem igualar pode ir para o governo. Que moral têm estes «MERDAS» para falar de avaliação dos docentes deste país? Daqueles que estudaram, que "normalmente" fizeram os seus cursos. Daqueles que fizeram o seu percurso académico sem batota. É claro que com trafulhice é muito mais fácil e rápido, mas perdem toda a moral. Já agora, senhora Vilar (vilã = oportunista?) ou Alçada, ou lá o que é... EDUCAÇÃO, é mais que escrevinhar umas aventurazecas para putos. Não se esqueça disso.

Pois é... pelo que vou sabendo... mudaram as moscas, mas a MERDA continua!!!




sábado, 31 de outubro de 2009

Malta... afinal só mudaram as moscas (algumas)...


Hoje trago-vos apenas cartoons do PITECOS. Afinal... ele consegue dizer tudo o que penso. Não é plágio... é apenas concordância de idéias.

Assim... claro que não estou «Porreiro Pá...!!!»



.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

O homem... resolveu-se...

Parece que já há governo, neste Portugal há muito desgovernado.
Metade... são caras novas. A outra metade foi recauchutada ou reciclada, como agora é moda usar e abusar. Não vejo futuro brilhante para o País.
Das caras novas, a educação está seguramente mal servida. E... vai-se passar o que já sucedeu na saúde. O antecessor... fez merda e esta ministra nada fez. A «muito querida» Lurditas... fez merda à barda. Ela e a sua equipa... tiveram ataques contínuos de diarreia legislativa... esta começa as funções com uma descarada mentira e nada vai querer fazer. Talvez ainda escreva um livrito «Uma Aventura Governativa». Mentirosa? Sem dúvida. Então se a mulher ainda de manhã afirmou que não tinha sido convidada para o governo e à hora do jogo do GLORIOSO (esses sim... DIGNIFICAM O PAÍS), já fazia parte do governo? Quem acredita? -Não há dúvida... começamos bem...
Bom... talvez por ser mais uma mentirosa, tenha sido convidada para o cargo, não me admira.

Sócras... pá... não tou PORREIRO...!!!



.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Serviço Público

CAMPANAS POR LA GRIPE A from ALISH on Vimeo.



TERESA FORCADES, doctora en Salut Pública, hace una reflexión sobre la historia de la GRIPE A, aportando datos científicos, y enumerando las irregularidades relacionadas con el tema.

Explica las consecuencias de la declaracion de PANDEMIA, las implicaciones políticas que de ello se derivan y hace una propuesta para mantener la calma, así como un llamamiento urgente para activar los mecanismos legales y de participación ciudadana en relación a este tema.

Información relacionada:
Entrevista a Teresa Forcades en Catalunya Radio el 29/09/09. Audio en catalán subtitulado al castellano.
vimeo.com/7113596


Por favor... vê até ao fim. É importante!!!


.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Razão... tinham as «Mães de Bragança»!

Ficou "todo o mundo" (como dizem os brasileiros) escandalizado, porque uma fulana qualquer, de nacionalidade brasileira, se lembrou de fazer um vídeo em Portugal, dizendo umas barbaridades e tentando fazer-se engraçada. Para culminar, fez a sua apresentação num programa de desocupadas, e todas as inúteis que lá estavam riram muito.
Não vejo, sinceramente, razão para tanto espanto. No entanto, fiquei curioso... e fui tentar perceber quem era a fulana, chamada Maitê Proença.

Parece que é atriz... que vive da sua memorização... (engraçado... quando estudei psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem, explicaram-me que a memorização era o nível mais baixo da inteligência. Que qualquer burro tem uma memorização incrível e qualquer galinha, apesar da sua reduzida massa encefálica também fazia essa proeza.)... parece que o seu corpo também lhe rende algum dinheiro.
Então... onde está o espanto? Aliás, as «famosas Mães de Bragança», já tinham avisado que estávamos a ser invadidos por putas vindas de leste e do Brasil. Têm uma carita engraçada, um corpinho agradável... falam meiguinho e querem sempre que lhes é possível uns €uros dos portugueses. Mais... como qualquer porca cospe numa fonte (como vejo um bocado mal... por favor... digam-me se puderem... aquilo era esperma de um, ou vários homens, não era? - Pareceu-me, claro que posso estar enganado...).
Não acredito que pessoas minimamente civilizadas, com um mínimo de cultura, tenham estas atitudes, mesmo pertencendo a outro país, a outra cultura.

Portanto... onde está a admiração?
Note-se, no entanto, que isto não reflecte um povo. Felizmente, existem muitas pessoas vindas do outro lado do oceano, que são excelentes pessoas, inteligentes e cultas, que como tantos portugueses procuram melhores condições de vida fora do seu país. E claro... serão sempre vem vindos.

Última informação... parece que a fulana, viu a merda que fez (ou alguém com mais inteligência lhe chamou à atenção) e fez um vídeo (parece que agora é moda... fazer vídeos, usar a internet... calculem que a fulana até conseguiu enviar um email, a dizer às outras desocupadas que não conseguia enviar emails, por este país ser atrasado... incrível...), a pedir desculpas e a dizer que quem não percebeu não tinha sentido de humor. Afinal... não passava de uma brincadeira, inofensiva. Espero que se este poste for lido por brasileiros... a informem que tenho muito humor e... desejo também que seja entendido como inofensivo.





.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Mais uma PÉROLA... P$.

Tenho andado caladinho, muito sossegadinho... mas não resisto a publicar mais uma pérola deste P$, e dos governantes.
-------------------------------------------------------------------------------------------------

Curriculum Vitae de Maria de Lurdes Rodrigues!!!

"CURRICULUM VITAE" DE MARIA DE LOURDES RODRIGUES


Interessante é ver como, em Portugal, um Professor que NUNCA FOI AVALIADO chega ao topo da Carreira Docente (Ministra da Educação!) e se põe a disparar em todos os sentidos contra os Professores-não-avaliados.

Vejamos, a Dr.ª Maria de Lurdes tirou o antigo 5.º ano (actual 9.º ano) e ingressou no Magistério Primário (naquele tempo eram dois anos de curso). Deu aulas na Primária até se inscrever no ISCTE (com o 5ºano + 2 anos de Magistério Primário!).


No ISCTE, ao fim de 5 (CINCO) anos de estudos em curso nocturno (ou seja...tinha o 9º ano, mais 3 anos corresponde ao 12º e com mais 2 anos...), saiu com um DOUTORAMENTO que lhe permitiu dar aulas (?!) nesse ISCTE, por acaso onde o Sr. Engenheiro fez uma pós-graduação (mestrado?) a seguir à "licenciatura" da Universidade Independente. Digam lá que não lhe deu um certo jeito nunca ser PROFESSORA AVALIADA!

Mais recentemente, indo ao site do governo:

(http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Governos/Governos_Constitucionais/GC17/Composicao/Perfil/MariaLurdesRodrigues.htm),


podemos comprovar a extensa "obra" desta senhora....


... A menos que eu esteja ceguinho, não vi nenhuma publicação relacionada com a Educação!!! No entanto, esta senhora é "perita" em matéria de educação. Além disso, dá para verificar que a senhora é um ver-se-te-avias a escrever ou co-escrever coisas (de engenharia, tecnologia, industria e afins...), mas fico a pensar, que tempo dedicava aos alunos do ISCTE... se é que realmente chegou a dar aulas a sério...

ATT. SENHORES
PROFESSORES DOUTORES UNIVERSITÁRIOS:


NO SITE DO GOVERNO É CLARAMENTE DEMONSTRADA UMA ILEGALIDADE NO PERCURSO ACADÉMICO DA SENHORA MINISTRA.

Além do facto de se desconhecer o título da Tese de Doutoramento, não existem evidências de ter realizado nenhuma dissertação de Mestrado. Refere-se uma passagem directa da Licenciatura para o Doutoramento

Partindo do pressuposto que o curriculum estará cronologicamente bem elaborado,como é possível

"Coordenou projectos de investigação e grandes operações de inquérito e orientou teses de mestrado e doutoramento" antes do seu próprio Doutoramento???

AFINAL QUEM É QUE DEVIA SER AVALIADO!?


...e já agora qual é o modelo de avaliação dos nossos Governantes??????


DIVULGUEM POR FAVOR, ISTO É INADMISSIVEL!


Já agora... o tal senhor ANÓNIMO de Viseu, que no meu outro Blogue achou que eu não sabia escrever, que embora professor não sabia nada de construção frásica... e que no final me disse orgulhosamente não ser professor e votar neste P$... Bom... se este é o seu modelo, de formação, de governação... As minhas mais sinceras e sentidas CONDOLÊNCIAS.
Disse-me não ser professor e votar PS... acredite... não me admira. O contrário... sim, seria motivo para espanto. Já agora, tirou alguma licenciatura na Universidade Independente ou fez alguma Pós-Graduação no ISCTE? Se não fez... bom... então é mesmo BURRO!!! Visto ser prática corrente no seu partido de eleição, podia aproveitar a embalagem e... que diabo... certamente não é menos que os outros... parece não ser preciso trabalhar... o dinheiro... PAGA TUDO!!!


Sr. ANÓNIMO, se tiver outros elementos, publique-os... malta... «não estou... PORREIRO PÁ!!!»





.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Avaliação... para quem?



Esta, é a posição já bem conhecida do governo e dos seus elementos. dos iluminados P$.
Mas já agora... quero aqui deixar uma pérola das aberrações, dos abortos, que nos governam.




Que painel maravilhoso...
Quanto à senhora... sem palavras. Já é conhecida de sobra a sua inteligência, a sua maneira clara de ver as coisas e situações. O fulano à esquerda do que se diz engenheiro... um tal Valter que deseja pôr profs. aposentados nas escolas (sem qualquer contrato, claro) e que também não ajuda muito... Agora um indivíduo que se diz engenheiro... para quem afinal o dobro não é duplicar... mas que depois não sabe muito bem do que está a falar...
No mínimo... hilariante... se não passasse de uma piada. Mas não, estes são os mesmos iluminados que querem a avaliação dos professores, que defendem o aborto avaliativo deste modelo...
Só pergunto... afinal quem precisa realmente de avaliação? Lembro a todos, PROFESSORES ou não... qua já está próximo o período das avaliações ao governo e a todos os abortos políticos que nos costumam encher de promessas. Sejam bons AVALIADORES. O PAÍS precisa de vocês e muito. Não se deixem enganar com falinhas mansas e AVALIEM na urna, com o vosso voto.




.

domingo, 19 de julho de 2009

O lápis ROSA... está a funcionar... CUIDADO!!!

Tenho andado mais ou menos calado... porque as férias estão mesmo... quase aí. Estava em preparação para as ditas. Mas hoje... ao ler o PÚBLICO (por vezes tenho a mania de ir ler as notícias, que querem...), deparei-me com esta notícia que passo e transcrever:

«Professor com blogue humorístico vai mesmo deixar a Universidade do Minho
O Conselho Científico do Instituto de Educação e Psicologia (IEP) da Universidade do Minho (UM) ratificou a decisão de não renovação do contrato que liga Daniel Luís àquela instituição. O docente do Departamento de Sociologia da Educação, que mantém o blogue humorístico Dissidências, viu assim confirmada a primeira decisão tomada, há um mês, pelo conselho de departamento.»

Não... não é possível... não pode ser possível... só pode ser engano... alguma confusão. Vai daí... fui ver um dos meus blogues favoritos. Afinal... é mesmo verdade. e passo também a colocar aqui a última postagem:
Blogue Encerrado (por "sugestão" do uns Rissólicos mal humorados)

E para acabar em beleza as minhas dissidencias:



Exm.os Senhores que têm uma tara pela escrita a azul, conforme vêem no video, os professores universitários não fazem humor em Portugal... Isso seria considerado ridículo e desprestigiaria a nobre instituição onde leccionam, e onde todos devem PARECER SÉRIOS, tal como preconizam vossas Excelências. O que vale é que o talentoso Rui Zink é, como todos bem sabem... tratador de cavalos...

"O riso é assunto demasiado sério para ser deixado aos cómicos. E é bem por isso que dele se têm ocupado, de Aristóteles até hoje, hordas de filósofos, de historiadores, de sociólogos e de médicos"

in: "História do Riso e do Escárnio" - Georges Minois (Teorema)

[Georges Minois é um dos mais conceituados historiadores franceses da actualidade]

Muito obrigado a todos!

Até sempre!

Fiquei... naquele meu estado de... «Não estou porreiro PÁ!!!»

Neste país... a censura faz-se sentir a vários níveis. O que vos tenho dito com respeito ao tal tal «LÁPIS ROSA»? Tá... sei que é abichanado... mas não fui eu quem escolheu a cor... podem crer... Mais uma vergonha, para os pensadores P$ que se julgam intocáveis, para meia dúzia (ou será que já chegou à dúzia?) de lambe-botas tachistas à procura de promoção. Mais uma vergonha... desculpem-me... esta saiu... eles não sabem o significado da palavra VERGONHA... pronto a verdade está reposta...

Em homenagem a um homem que conhece o valor da CORAGEM... mais um sacrificado pelos seus pensamentos e convicções... por mais um que tentam silenciar bem à maneira de SALAZAR... só porque não se verga aos caprichos deste partido Neo-socialista... fica aqui o último poste do blogue «dissidencias» e um forte abraço ao seu autor.




.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Dados oficiais P$!!!

«PS: Sócrates diz que números oficiais provam redução das desigualdades e da pobreza em Portugal
15 de Julho de 2009, 22:58

Lisboa, 15 Jul (Lusa) - O secretário-geral do PS, José Sócrates, afirmou hoje que os dados oficiais provam que as desigualdades e a pobreza reduziram-se em Portugal na última legislatura e que 120 mil idosos saíram da pobreza.»

Confesso... estou espantado... de boca aberta e tudo... pasmado até dizer chega...

Este homem sabe o que diz? -Quais dados oficiais? -Que prova? -Bom se forem como o relatório paralamenta (não foi engano... é mesmo para lamentar!) que dizia que, afinal, o tal senhor governador do banco de Portugal é um inocente e que só por pura coincidência foi "oficialmente" elaborado pelo P$... se as fontes a que se referem são essas... deve ser o único a acreditar nelas... os portugueses que não ganham tanto como o tal senhor governador e mais não sei quantos administradores tachistas ex-governates e amigos P$... os desempregados fruto desta (des)governação P$... e todos os outros que viram a sua vida prejudicada... bom... esses não acreditam numa única palavra.

Ou o senhor estava a falar dos amigos banqueiros a quem foram disponibilizados uns milhõezitos para continuarem com lucros vergonhosos dos bancos? Mais ainda, seria dos lambe-botas partidários que devem ter sido abonados com algumas gracinhas financeiras? Bom dos portugueses em geral não era certamente. Que desplante... dizer que as desigualdades e a pobreza foram reduzidas? Não goze com os Portugueses... fica-lhe muito mal. Afinal, ainda são eles que o sustentam mais aos seus amigos... não diga isso... é feio.

E que 120 mil idosos saíram da pobreza na última legislatura? -Bom... eu não tenho os "dados oficiais" que me provem isso e os que eventualmente possam vir a ser disponibilizados pelo P$, para mim, não são credíveis. Mas na última legislatura morreram assim tantos idosos? Não admira... com a tirada de valências e serviços dos hospitais... era de prever que desse esses números...

Já agora sr primeiro ministro... porque não fala dos prometidos 150.000 empregos? Ou o cartaz eleitoral saiu com erro tipográfico e queria dizer «DESEMPREGOS»?

Sabe... em vez de demagogia P$, era bom falar das reais situações do País... as tais situações que ajudou a criar com o grupo de incompetentes com que se rodeou.

Já agora... quem elaborou os tais dados e os forneceu, foram todos formados na tal universidade que dava cursos aos domingos e aceitava exames por fax? Mas que já foi fechada à pressa para que não se vasculhasse mais licenciaturas? -Bem se tais crâneos saíram de lá... compreendo agora "tais dados", e a sua certeza neles.


Muito a sério... «Não estou PORREIRO PÁ!!!»



.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

O Vitinho é que sabe...

"Não haverá novo afundamento da economia" disse o Vitinho.

Para meu espanto, este senhor que diz ser ingénuo... que protege os tachos amigos (de bancos) e é protegido pelos amigos P$ (só por pura coincidência o relatório parlamentar foi elaborado por uma socialista)... em vez de se calar muito caladinho e não fazer mais tristes figuras, vem tranquilizar oa portugueses (as eleições estão aí...). Mas desta vez, até acredito nele e... direi mais não há AFUNDAMENTO porque este senhor e os seus amigos do governo há muito que AFUNDARAM PORTUGAL. Claro que já estando acente no fundo não pode afundar mais. Que descoberta este sr revelou ao país... e que bonito o Correio da Manhã vir dar a notícia que todos os Portugueses atentos já sabiam...
Para esta escumalha politico-administrativa... só direi:


«Não estou porreiro pá...!!!»



.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Estalou o verniz...



Como há muito vos digo... é esta cambada de arrogantes sem formação que estamos a sustentar com os nossos impostos.
Hoje, estalou o verniz do nosso querido ministro da economia. O homem revelou-se. Mostrou toda a sua alta formação, digna de um político, de um estadista, de um governante. De um verdadeiro militante P$, deste (des)governo de INÚTEIS. Dum grupo que ainda tem o desplante de vir falar em maiorias para as legislativas. Por favor... ABRAM OS VOSSOS OLHOS. E... não esqueçam que o maior cego é o que não quer ver. Não venham agora tentar dizer que foi um caso esporádico... que foi um momento de fraqueza. QUEM OCUPA OS MAIS ALTOS CARGOS DE UMA NAÇÃO (mesmo que não saibam o que isso quer dizer...) NÃO PODE TER PERDÃO ALGUM!!! O facto se ter ido para a rua... foi apenas para tentar «limpar a cara do seu patrão». Eu, pessoalmente, tenho outra opinião. Quando se trabalha em grupo, em bloco, quando se é escolhido para uma equipa de trabalho, existem afinidades entre todos os seus elementos. Portanto... tão ladrão é o que vai à vinha, como o que fica à espreita. Não duvidem, nem sejam ingénuos, ao ponto de acreditar que uns são menos maus que outros. Se repararem... é TUDO igual, TUDO farinha do mesmo saco. Esquecidos? -recordem a postura, a delicadeza, da fulana que comanda a EDUCAÇÃO deste país, na noite das LEGISLATIVAS. Claro, o verniz estalou... empurrou arrogantemente os jornalistas e foi mal educada. Esta postura de delicadeza, é peculiar ao grupo que compõe este governo chefiado pelo senhor que se diz Engº, mas que ainda não conseguiu provar nada a este país, nem desmentir as suspeitas sobre a sua tão apregoada licenciatura (ou pseudo-licenciatura?).
Em Setembro... vamos ter novas eleições... saibam responder a estes parasitas. Dêem-lhes o voto que merecem... não o que pedem.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Apenas mais uma...




Este vídeo, esteve no YouTube. Mas estranhamente (Ou não. Já vos falei do lápis rosa, lembram?)... foi bloqueado. Quero aqui deixá-lo, quero manter viva a recordação, mesmo que uns parasitas teimem em desfigurar a realidade, tentem camuflar agora com falinhas mansinhas... e com ar de sofredor... com o discurso de: « -Esqueçam lá... o que passou, passou... foi a bem da Nação" (como diria Salazar)»
«Agora quero ser bonzinho, quero parecer bonzinho, que as eleições estão aí... depois... se os conseguir enganar... logo vêem.. e não esqueçam... Encontrei o País à beira do abismo... comigo... deu um passo em frente! E... ainda consigo fazer pior... ACREDITEM!!!»



Merda... não estou porreiro pá!!!



.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Como vi as eleições

Abstenção = 62,8% O maior Partido Nacional. Se houvesse justiça, eram-lhe atribuídos lugares vagos no Parlamento Europeu.

PSD - Vitória estrondosa...conseguem as mesmas percentagens(31%) com que perderam em 1999(31%), 2004(33%)... (não percebo a euforia... onde está o aumento de votos? foram os mesmos a votar.)

Depois... uns grupitos que tradicionalmente aparecem nestas ocasiões. Não fazem nada, não servem para nada, Mas vêm cobrar "algum" para as campanhas (ou será para eles??) e ainda tiveram 5,35% dos votos úteis... um desperdício... direi mesmo votos inúteis!

Ao contrário do que era anunciado, o Partido Comunista até subiu ligeiramente. A propaganda dava-o como quase extinto.

O CDS/PP... ficou em último, mas afinal parece que também ganhou... vamos lá perceber estas coisas da política...

Agora os grandes vitoriosos, foi sem qualquer dúvida o Bloco de Esquerda. Campanha inteligente, calma e... vitoriosa. E, no final... elegeu mais um deputado... 3. Para além de eleger a menina mais bonita e inteligente dos deputados portugueses. Para eles e para a linda deputada... os meus parabéns.

Quanto ao P$... o P$... nada que não estivesse mais que previsto, menos por eles próprios. A arrogância do seu líder não permite enxergar um palmo à frente do nariz. Com o «Avô Cantigas» como 1º candidato... estavam à espera de quê? Coitado do homem... com voz de supositório... uma passado triste e um presente mais que emerdado... Mas está bem... o homem lá conseguiu o que tanto queria... um «Super Tacho Europeu»!

O único derrotado, parece ter sido de facto o Sr Engenheiro(?)... levou o seu maior «Tau-Tau» de sempre. Nem em criança levou tantas, certamente (e que falta lhe fizeram...).
Sócrates admite resultado “decepcionante” mas diz que Governo vai manter rumo (é burro... como sempre disse!). Se não aprender nada com este aviso (não passou disso, podem crer... é pena que não o mandem de facto tirar o curso...), se o «P$ dos tachos» não tirar conclusões (que são óbvias para todos)... em alguns anos vai estar a disputar o 5º lugar com o CDS/PP. Ou mudam de política... o mais sério seria mesmo mudar de líder... está mais que provado que este não presta nem para o POVO nem para o partido.

Por acaso agora, com as eleições... «Estou porreiro pá!!!»



.

sábado, 6 de junho de 2009

Pessoal... amanhã é dia de eleições. Certamente as menos importantes para o povo, porque os eleitos limitar-se-ão a seguir as recomendações dos outros países, não a fazer valer os interesses nacionais. De qualquer das maneiras, é um direito que nós temos (o voto) e não podemos nem devemos alhearmo-nos desse direito e, voltar as costas às urnas. Eu vou votar. Sou ainda do tempo em que me contavam e sem ser ouvido votava no partido do governo. Passou-se no tempo do Marcelo Caetano e eu era militar. Nada pude fazer, mas resolvi que agora ninguém vota por mim. O simples facto de ir votar, dá-me a legitimidade para reclamar, para exigir, para nas eleições seguintes tentar mudar as orientações deste país. É um direito que me foi consignado pelo acto eleitoral. É um direito do qual não abdico. Não vou votar em partidozecos, onde abundam parasitas e oportunistas. Não devo lealdade a nenhum deles, porque também não sou filiado em nenhum. Vou votar em projectos e em pessoal. Sei que vai ser difícil. Projectos... onde estão? Pessoas... que encontramos para além dos tachos partidários?
Mas uma coisa vos garanto... como já aqui escrevi muitas vezes, sou ORGULHOSAMENTE PROFESSOR. Sim é verdade que denegriram na opinião pública a minha profissão, se serviram dos órgãos de comunicação social para o fazer e continuam a espezinhar tudo o que cheira a escola e à "docência"... para quem arquitectou tão abominável comportamento e para os que o executaram, para além do meu vómito de desprezo... vai o meu voto de castigo.

Como já aqui escrevi... há vida para além do "bloco central". A mesma escumalha disfarçada em nomes diferentes, em partidos diferentes (?)... mas como o povo costuma dizer... mudam as moscas... A MERDA É A MESMA!!! Se repararem, quer à direita quer à esquerda existem outros grupos. Que ainda não tiveram hipóteses de mostrar o que podem fazer. Uma coisa vos garanto... PIOR... decerto não fazem. Pensem, mas vão votar. Eu VOU, mas...


Não esqueçam... um voto pode fazer a diferença... um voto também pode ser uma arma... um voto, pode ser dado de castigo.

EU VOTO

Claro que não é na chulice nacional e instituída, eu... VOU VOTAR!!!



.

domingo, 31 de maio de 2009

Eu? -Dou música...



Porque será que esta faixa do álbum não passa nas chamadas rádios nacionais? Não... decerto que não é obra dos "lápis rosa", ou das novas PideS governamentais... simplesmente os directores das rádios não gostam. É que as rádios servem apenas para passar os gostos musicais dos seus directores... agora percebo porque há tanto programa de merda...
Mas como não sou director... nem isto é uma rádio, deixo aqui o tema para que possam ouvir. E... já não é novidade, pelo menos para quem já vive há uns anitos em Portugal. Se bem me lembro (como dizia Vitorino Nemésio) já Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Francisco Fanhais e muitos outros, passaram pelo mesmo, apenas porque incomodavam o regime... Possivelmente... também é... «A Bem da Nação» como diria Salazar.



Porreiro pá....


.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Viva o Magalhães... viva o seu mentor... VIVA EU!!!

video

Mas nem tudo vai mal com o dito "aborto" informático... até dá para trabalhar na retrete... quem disse foi o Zé do Pipo... eu nem para isso o queria... mas há gostos para tudo, não é?
Já agora... estou baralhado... «Mentor...» vem de "mente", não é assim? A nossa língua... está cada vez pior... continuo baralhado. Mente INTELIGÊNCIA (de quem? -não notei nada...), ou MENTE de MENTIR?

«Porreiro... PÁ!!!»


.

Afinal... o Tó até tinha alguma razão...


Então? -que vos tenho dito há muito? Será que ainda pensam, como me escreveram em emails pouco simpáticos, que toda a minha "implicância" ou "rabujice" era apenas fruto do meu «mau feitio»? Vá lá... Quando será que começam a dar-me alguma razão (não a quero toda... afinal não sou o senhor da verdade absoluta!)... mas alguma...
Não sejam «cabeçudos»... não é fácil dar o braço a torcer, eu sei e também não gosto muito...
mas quando é preciso...
Bem... só vos dou o perdão (pelos delicados insultos, pelos piropos cobardemente anónimos - descansem, não fui perseguir os vossos IP's), se confessarem publicamente que são doentinhos do PS e até votaram conscientemente neste «grupeco», o mesmo que trata os docentes deste país por «professorecos», que tem posto o meu PAÍS na miséria... mais... digam-no bem alto, junto a tanto desempregado.

E mais, ainda... digo-vos apenas relativamente a este assunto:

«Porreiro, Pá!!!» Podem-se orgulhar... podem continuar arduamente a trabalhar para o vosso precioso "tacho" (mesmo que imaginário), podem continuar a lamber o "olho do cu" dos vossos ídolos (se sexualmente vos dá tanto prazer!) mesmo que com isso ponham na MERDA a maioria dos VERDADEIROS PORTUGUESES. Orgulhem-se e... PORREIRO PÁ!!!



.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Governo determina fecho da Universidade Internacional !

Só uma pergunta.... será que algum ministro ou militante PS tirou nesta instituição alguma licenciatura ao Domingo, à hora da missa e... agora estão com medo de alguma investigação?
Bem basta o caso do primeiro ministro que ainda não foi devidamente desmentido nem tão pouco esclarecido. Será que temos mais repetições dos casos? Por mim... já não me admirava nem um pouco. A julgar pelas noções que este governo e partido têm da educação... A julgar como tratam os professores em geral... pelo desrespeito pela educação dos jovens...

Bem... como não percebi... aqui fica a pergunta.
Mas... «Não estou PORREIRO pá!»


.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Um brinde para estes politicozecos!!!


Funny "gassy" Video - Click here for more blooper videos

Com carinho para estes políticos todos....
«Isto é porreiro... PÁ!!!»

(... e é mais do que merecem... vá lá... hoje estou bem disposto... mas malta, isto é sério... prometam que não vão rir...)

.

domingo, 10 de maio de 2009

Coitados dos Jovens e Crianças de Torres Novas...

Hoje, era suposto as crianças terem um dia diferente em Torres Novas... mas qual quê... os adultos invadiram o espaço e elas, não tiveram qualquer chance...
O Pinócrates, veio para contar a história do «ex-Capuchinho Vermelho». É verdade... e acompanhado do «Avô Cantigas»; veio para divertir a malta jovem, mas esta como disse ficou de fora, por falta de espaço. Por acaso, na TV, também vi aquela oportunista que é contra os professores e agora como recompensa do patrão a quem lambe as botas e não sei se mais alguma coisa... é candidata à Câmara de Alcanena. A fulana, uma tal Fernanda, que diz ser professora e, que afinal, ajudou com o seu voto a mando do seu amado senhor a ridicularizar, a espezinhar, todos os professores. Que contribuiu para o actual estado de calamidade em que está o ensino. Espero que o POVO de Alcanena, à imagem do que tem feito nos últimos actos eleitorais, saiba dar a resposta certa e a mande voltar a lamber o que bem quiser ao seu amo.

«Avô Cantigas» Cartoon de Henrique Monteiro

Agora, como as crianças não puderam estar presentes, porque os oportunistas eram muitos, vou eu lembrar a história do «Ex-Capuchinho Vermelho». Era um senhor, que falava muito mal da europa e da integração portuguesa ainda não há muitos anos. O homem era contra aquilo, que havemos de fazer? Mas porque lhe encomendaram um trabalho sobre avaliação de professores, sobre uma classe que este governo quer ver privatizada, o homem foi tão competente, esmerou-se tanto... que como prémio este partido do governo foi obrigado a recompensá-lo com este tacho. É o primeiro candidato de um grupo de «vira casacas», precisamente áquilo que o homem condenava. Bolas, isso não se fazia ao velhote... Lá que o primeiro ministro militasse na JSD (Juventude Social Democrata) e por falta de tacho por lá, tivesse de se voltar para o PS... não foi o único, e vá que não vá. Lá que o «Cherne» de MRPP passasse, perseguindo o tacho para o PSD... vá que não vá. Agora o «Avô Cantigas»??? Ex- Comunista, Ex-Anti-Europa... só por ter escrito um trabalhozeco encomendado contra os professores... Não, isso não se fazia ao velhote... ele até não anda atrás de tacho... o homem se se lembrarem sempre foi contra isso... agora... acredito que tenha sido obrigado a tal. Tanto que onde aparece com o primeiro ministro ao lado, quase não diz nada.
Possivelmente, até aquela fulana a Fernanda, eterna ex-candidata à Câmara de Alcanena, até como professora que diz ser (eu se me permitem... duvido que alguma vez o fosse!), só votou contra a revisão da Avaliação e do Estatuto da Carreira Docente, obrigada e por desconhecer o que quer dizer «Docente». Mas que hoje estava a insinuar-se para as câmaras de televisão... para aparecer no boneco a perseguir o seu amo...

Meus amigos, como tantas vezes tenho dito... isto mete-me um nojo terrível. Dá vómitos... e quando fico assim... «NÃO ESTOU PORREIRO PÁ!!!»

Agora que se aproximam mais umas eleições, apetece-me repetir o que os «ANARCAS» à uns anitos diziam e escreviam nas paredes...

«Putas ao poder... Os filhos já lá estão...!!!»



.

domingo, 3 de maio de 2009

Papás e mamãs... e se parassem e pensassem um pouco?

Contra a escola-armazém

Daniel Sampaio

Merece toda a atenção a proposta de escola a tempo inteiro (das 7h30 às 19h30?), formulada pela Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap). Percebe-se o ponto de vista dos proponentes: como ambos os progenitores trabalham o dia inteiro, será melhor deixar as crianças na escola do que sozinhas em casa ou sem controlo na rua, porque a escola ainda é um território com relativa segurança. Compreende-se também a dificuldade de muitos pais em assegurarem um transporte dos filhos a horas convenientes, sobretudo nas zonas urbanas: com o trânsito caótico e o patrão a pressionar para que não saiam cedo, será melhor trabalhar um pouco mais e ir buscar os filhos mais tarde.
Ao contrário do que parecia em declarações minhas mal transcritas no PÚBLICO de 7 de Fevereiro, eu não creio à partida que será muito mau para os alunos ficar tanto tempo na escola. Quando citei o filme Paranoid Park, de Gus von Sant, pretendia apenas chamar a atenção para tantas crianças que, na escola e em casa, não conseguem consolidar laços afectivos profundos com adultos, por falta de disponibilidade destes. É que não consigo conceber um desenvolvimento da personalidade sem um conjunto de identificações com figuras de referência, nos diversos territórios onde os mais novos se movem.
O meu argumento é outro: não estaremos a remediar à pressa um mal-estar civilizacional, pedindo aos professores (mais uma vez...) que substituam a família? Se os pais têm maus horários, não deveriam reivindicar melhores condições de trabalho, que passassem, por exemplo, pelo encurtamento da hora do almoço, de modo a poderem chegar mais cedo, a tempo de estar com os filhos? Não deveria ser esse um projecto de luta das associações de pais?
Importa também reflectir sobre as funções da escola. Temos na cabeça um modelo escolar muito virado para a transmissão concreta de conhecimentos, mas a escola actual é uma segunda casa e os professores, na sua grande maioria, não fazem só a instrução dos alunos, são agentes decisivos para o seu bem-estar: perante a indisponibilidade de muitos pais e face a famílias sem coesão onde não é rara a doença mental, são os promotores (tantas vezes únicos!) das regras de relacionamento interpessoal e dos valores éticos fundamentais para a sobrevivência dos mais novos. Perante o caos ou o vazio de muitas casas, os docentes, tantas vezes sem condições e submersos pela burocracia ministerial, acabam por conseguir guiar os estudantes na compreensão do mundo. A escola já não é, portanto, apenas um local onde se dá instrução, é um território crucial para a socialização e educação (no sentido amplo) dos nossos jovens. Daqui decorre que, como já se pediu muito à escola e aos professores, não se pode pedir mais: é tempo de reflectirmos sobre o que de facto lá se passa, em vez de ampliarmos as funções dos estabelecimentos de ensino, numa direcção desconhecida. Por isso entendo que a proposta de alargar o tempo passado na escola não está no caminho certo, porque arriscamos transformá-la num armazém de crianças, com os pais a pensar cada vez mais na sua vida profissional.
A nível da família, constato muitas vezes uma diminuição do prazer dos adultos no convívio com as crianças: vejo pais exaustos, desejosos de que os filhos se deitem depressa, ou pelo menos com esperança de que as diversas amas electrónicas os mantenham em sossego durante muito tempo. Também aqui se impõe uma reflexão sobre o significado actual da vida em família: para mim, ensinado pela Psicologia e Psiquiatria de que é fundamental a vinculação de uma criança a um adulto seguro e disponível, não faz sentido aceitar que esse desígnio possa alguma vez ser bem substituído por uma instituição como a escola, por melhor que ela seja. Gostaria, pois, que os pais se unissem para reivindicar mais tempo junto dos filhos depois do seu nascimento, que fizessem pressão nas autarquias para a organização de uma rede eficiente de transportes escolares, ou que sensibilizassem o mundo empresarial para horários com a necessária rentabilidade, mas mais compatíveis com a educação dos filhos e com a vida em família.
Aos professores
, depois de um ano de grande desgaste emocional, conviria que não aceitassem mais esta "proletarização" do seu desempenho: é que passar filmes para os meninos depois de tantas aulas dadas - como foi sugerido pelos autores da proposta que agora comento - não parece muito gratificante e contribuirá, mais uma vez, para a sua sobrecarga e para a desresponsabilização dos pais.

© Copyright PÚBLICO Comunicação Social SA



.

sábado, 2 de maio de 2009

Descontraiam...

Make a game | Share | Free games |


Quando a tristeza "apertar"... quando o trabalho... saturar.... quando não vos derem o subsídio de renda de casa de 900 e tal €uros...

Olha... utilizem isto.
Eu fiz... 78199
Não sei se é muito ou pouco... mas foi com muita vontade e alegria.



.

sábado, 25 de abril de 2009

Os porcos...

Hoje, por várias razões, estou contente.
Pensei até que os céus me tinham dado uma grande alegria. Abri o portal do Sapo, e para meu espanto tinha a notícia que os porcos estavam gripados... pronto, sorri devo confessar... como não li mais, pensei que os gajos do governo, todos, mais os políticos de aviário que temos se tinham todos constipado. Claro que pensei: «Bem feito...!!!»
Bom... mas fiquei tal «Meninas da Ribeira do Sado», não com carrapatos, mas com uma pulguita atrás da orelha. Mas que raio andaram os gajos todos a fazer para se griparem? Um ou outro anormal... ainda era normal, mas todos? Já estava não sei quantas páginas mais à frente, quando resolvi ir investigar. Meus amigos... afinal o caso é sério. A notícia não se referia aos nossos porcos, mas a uns mexicanos, e a coisa é grave. E devo confessar que a dois níveis. Primeiro, os suinos mexicanos sem qualquer culpa estão defacto doentes... em segundo lugar, os nossos «porcos» que deviam estar a bater as botas parece que estão bons e a continuar a epidemia do costume...
Afinal... uma desgraça nunca vem só...
Pronto... já não estou porreiro pá!!!


.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Sócrates... não estou porreiro, pá!!!

Almeida Santos e as faltas dos deputados:

« Não se paga aos deputados o suficiente para que sejam todos apenas profissionais. Quanto às justificações para as faltas, é verdade que a sexta-feira é, em si própria uma justificação, porque é véspera de fim-de-semana. Eu compreendo isso. Talvez esteja errado que as votações sejam à sexta-feira. Não julguemos também que ser deputado é uma escravatura, porque não é, nem pode ser. É preciso é arranjar horas para a votação que não sejam as horas em que normalmente seja mais difícil e mais penoso estar na Assembleia da República».

Os deputados ganham apenas 3708 euros de salário-base,mais 10% do salário para despesas de representação, entre outras regalias

http://www.inverbis.net/sistemapolitico/deputados-abonos-duplicam-vencimento.html

Para qualquer trabalhador, a sexta-feira é, em si própria uma justificação para faltar ao trabalho, aliás, acho que tal justificação está mesmo contemplada no novo código de trabalho.

Ser deputado não pode ser uma escravatura - escravatura é para os trabalhadores a recibos verdes, para os trabalhadores que acumulam horas em cima de horas sem a devida compensação, para os trabalhadores com horários tão flexíveis que não os conseguem conciliar com a vida familiar.

É, portanto, penoso estar na Assembleia da República à 6ªF...

pois o Sr. Almeida Santos não se apercebe de quão penoso é para nós ouvir frases tão ofensivas para quem, de facto, trabalha.

P.S. - E não se esqueçam, Continuem a votar PS .

***************

' Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas...'

Guerra Junqueiro, escrito em 1886


Por tudo isto (e não só), digo: -Sócrates... não estou porreiro, pá!!!




.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Só me dão tristezas...






E... não me digam mais nada. Não me falem de políticos de merda, da ministra de educação... das saídas ridículas do primeiro ministro... dos desabafos fora de tempo do sr. Silva... não, por favor, agora não me digam mais nada, que passadas as amêndoas e os folares ando triste e só continuo a ver foleiros...
Pronto... «não estou porreiro pá!!!»



.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Para todos, menos para os governantes, uma BOA PÁSCOA!!!

Recados para Orkut

RecadosAnimados.com

quinta-feira, 2 de abril de 2009



Se puderem, digam-me porque é que esta notícia não passou nos noticiários nacionais. Chega de "circo", de "palhaços" de "fantochada".
Divulguem e... «Boa sorte»... «Bom dia...» e... Porreiro pá!!!
Eu continuo... não porreiro, pá!!!


.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Frase do Dia

Frase do Dia


" FELIZ FOI ALI BABÁ, QUE NÃO VIVEU EM PORTUGAL E SÓ CONHECEU 40 LADRÕES !!!..."






.

terça-feira, 10 de março de 2009

"O senhor não tem idade nem curriculum!" (Mais uma do Sócrates... porreiro pá!)

*Recebi este mail com pedido de divulgação. *

*O senhor não tem idade, nem curriculum!.......*

O Primeiro-ministro José Sócrates num momento de
alucinação dirigindo-se a Francisco Louçã disse: *' Você não tem idade, nem curriculum ...'.*
Uma boa piada, diz o jornalista do Portugal Diário!

Eu fui à Internet verificar o curriculum e não resisto a publicar:

*Actividade política*:

*Louçã, nasceu em 12 de Novembro de 1956. Participou na luta contra a Ditadura e a Guerra no movimento estudantil dos anos setenta, foi preso em Dezembro de 1972 com apenas 16 anos e libertado de Caxias sob caução, aderindo à LCI/PSR em 1972 e em 1999 fundou o Bloco de Esquerda. Foi eleito deputado em 1999 e reeleito em 2002 e 2005. É membro das comissões de economia e finanças e antes comissão de liberdades, direitos e garantias. Foi candidato presidencial em 2006.


Actividades académicas:

Frequentou a escola em Lisboa no Liceu Padre António Vieira (prémio Sagres para *os melhores alunos do país*), o Instituto Superior de Economia (prémio Banco de Portugal para o* melhor aluno de economia*), onde ainda fez o *mestrado* (prémio JNICT para o melhor aluno) e onde concluiu o *doutoramento * em 1996.

Em 1999 fez as provas de agregação (aprovação por unanimidade) e em 2004 venceu o concurso para *Professor Associado*, ainda por unanimidade do júri.
É professor no ISEG (Universidade Técnica de Lisboa), onde tem continuado a dar aulas e onde preside a um dos centros de investigação científica (Unidade de Estudos sobre a Complexidade na Economia).
*Recebeu em 1999* o prémio da History of Economics Association para o melhor artigo publicado em revista científica internacional. É membro da American Association of Economists e de outras associações internacionais, tendo tido posições de direcção em algumas; membro do conselho editorial de revistas científicas em Inglaterra, Brasil e Portugal; 'referee' para algumas das principais revistas científicas internacionais (American Economic Review, Economic Journal, Journal of Economic Literature, Cambridge Journal of Economics, Metroeconomica, History of Political Economy, Journal of Evolutionary Economics, etc.).

Foi *professor visitante* na Universidade de Utrecht e apresentou conferências nos EUA, Inglaterra, França, Itália, Grécia, Brasil, Venezuela, Noruega, Alemanha, Suíça, Polónia, Holanda, Dinamarca, Espanha.

*Publicou* artigos em revistas internacionais de referência em economia e física teórica e é um dos economistas portugueses com mais livros e artigos publicados (traduções em inglês, francês, alemão, italiano, russo, turco, espanhol, japonês).

Em 2005, foi convidado pelo Banco Mundial para participar com quatro outros economistas, incluindo um Prémio Nobel, numa conferência científica em Pequim, *foi desconvidado* por pressão directa do governo chinês alegando razões políticas.

Terminou em Agosto um livro sobre 'The Years of High Econometrics' que será publicado brevemente nos EUA e em Inglaterra.

*Obras publicadas*:

Ensaios políticos
Ensaio para uma Revolução (1984, Edição CM)
Herança Tricolor (1989, Edição Cotovia)
A Maldição de Midas - A Cultura do Capitalismo Tardio (1994, Edição Cotovia)
A Guerra Infinita, com Jorge Costa (Edições Afrontamento, 2003)
A Globalização Armada - As Aventuras de George W. Bush na Babilónia, com Jorge Costa (Edições Afrontamento, 2004)
Ensaio Geral - Passado e Futuro do 25 de Abril, co-editor com Fernando Rosas (Edições D. Quixote, 2004)

*Livros de Economia
*
Turbulence in Economics (edição Edward Elgar, Inglaterra e EUA, 1997),
traduzido como Turbulência na Economia (edição Afrontamento, 1997)
The Foundations of Long Wave Theory, com Jan Reinjders, da Universidade de Utrecht (edição Elgar, 1999), dois volumes
Perspectives on Complexity in Economics, editor, 1999 (Lisboa: UECE-ISEG)
Is Economics an Evolutionary Science?, com Mark Perlman, Universidade de Pittsburgh (edição Elgar, 2000)
Coisas da Mecânica Misteriosa (Afrontamento, 1999)
Introdução à Macroeconomia, com João Ferreira do Amaral, G. Caetano, S. Santos, Mº C. Ferreira, E. Fontainha (Escolar Editora, 2002)
As Time Goes By, com Chris Freeman (2001 e 2002, Oxford University Press, Inglaterra e EUA); já traduzido para português (Ciclos e Crises no Capitalismo Global - Das revoluções industriais à revolução da informação, edições Afrontamento, 2004) e chinês (Edições Universitárias de Pequim, 2005)

** Fonte Wikipédia*

----------------------xxx--------------------------------xxx-----------------------------------------xxx------------------------------

*Sobre Sócrates*, sabe-se que é engenheiro civil tirado na Universidade Independente, ainda sob suspeita de ilegalidades. Que assinava como Engenheiro quando era Engenheiro-Técnico. Que elaborou ou pelo menos assinou uns projectos de habitação caricatos.

Que a sua actividade política se deu com o 25 de Abril na JSD/PSD e depois no PS como deputado e como governante.

Do seu curriculum sabe-se ainda (embora ele o desconhecesse) que teve uma incursão fugaz como empresário-sócio de uma empresa de venda de combustíveis.

*Quanto a curriculuns estamos conversados!**
*
--------------------

*Quanto à idade devem ter diferença de meses...*

--------------------

*Esclarecimento:*

NÃO VOTEI BE !!!!
NÃO apoiei Louçã nas Presidenciais !!!

E não estou PORREIRO, pá......

Labels

Labels

Modified by Blogger Tutorial

Conversas sérias (?) com o Tó... (curtas e grossas...) ©Template Nice Blue. Modified by Indian Monsters. Original created by http://ourblogtemplates.com

TOP